Os motores EcoBoost Hybrid da Ford irão estar disponíveis com uma nova versão de transmissão automática com 7 velocidades. Esta nova opção, irá permitir aos condutores usufruir pela primeira vez de uma caixa automática que contribui para a redução de emissões de CO2 e para menores consumos, graças à utilização da tecnologia mild hybrid de 48V da Ford.

Esta nova transmissão automática irá estar disponível para o motor 1.0 EcoBoost Hybrid das gamas Fiesta e Puma, permitindo assim uma condução menos exigente, particularmente em cidade e em situações de pára-arranca. Além disso, as transições rápidas e suaves complementam a performance eletrificada do propulsor híbrido, contruindo para uma experiência de condução ainda mais divertida.

A tecnologia EcoBoost Hybrid da Ford utilizada um motor de arranque/gerador, acionado por correia, para recuperar a energia que normalmente é dissipada durante as fases de travagem e desaceleração, e também para carregar a bateria de iões de lítio de 48V. O sistema de arranque/gerador funciona igualmente como motor, assistindo assim o bloco térmico com binário adicional, sendo capaz de melhorar, não só a eficiência do consumo de combustível, mas também a performance, dependendo das condições de condução.

Mais binário e menos CO2

O suplemento de binário é fornecido através do motor de arranque/gerador para aumentar o binário total disponível pelo propulsor até 20Nm, contribuindo assim para uma aceleração mais imediata.

No caso do Puma 1.0 EcoBoost Hybrid de 125cv, com caixa automática de sete velocidades, a aceleração melhora cerca de 4% quando comparada com a versão não híbrida. Já no mesmo modelo mas com versão 1.0 EcoBoost de 155cv, a caixa automática de sete velocidades permite chegar dos 0 aos 100km/h em 8,7 segundos.

Mas as melhorias, não se ficam apenas por mais binário. Na verdade, os modelos Puma EcoBoost Hybrid e Fiesta EcoBoost Hybrid equipados com a caixa automática de sete velocidades, antecipam uma melhoria de cerca de 5% nas emissões de CO2, isto quando comparados com as versões equivalentes, puramente a gasolina, com motor 1.0 EcoBoost (WLTP). Nesta caso, a caixa automática de sete velocidades, permite ajudar a manter o propulsor híbrido no regime ideal de funcionamento para a máxima eficiência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

two × 4 =