A Ford expandiu a sua linha de SUVs com o novo Ford Kuga Hybrid, capaz de percorrer 1000kms sem ter que parar para reabastecer ou recarregar.

A Bateria auto-carregável de 1,1 kWh do Kuga Hbrid é automaticamente carregada tanto pelo motor a combustível de 2,5 litros como pela utilização do carregamento regenerativo na travagem ou descida. A energia armazenada alimenta o motor elétrico   para um melhor desempenho, apoia a eficiência do motor a combustível ou permite uma condução puramente elétrica. O Kuga Hybrid, alterna automaticamente entre as configurações de potência adaptando-se ao cenário de condução.

O sofisticado motor híbrido do novo modelo é único na linha Ford Kuga. Este proporciona a máxima eficiência de potência puramente elétrica, sem a necessidade de recarregar a partir de uma fonte de energia externa, e a comodidade de condução, a gasóleo ou gasolina, de 1000km de autonomia total.

Este modelo é o primeiro Kuga a combinar um motor electrificado com a opção tecnologia de tração integral inteligente da Ford, dependendo do mercado, para uma experiência de condução otimizada. Tanto a tração às rodas dianteiras como as variantes de tração integral inteligente melhoram o caráter divertido de condução, utilizando uma função de mudança de velocidades imulada para a transmissão com repartição de potência. A tecnologia foi concebida para rivalizar com as mudanças de velocidade de uma transmissão automática convencional para um maior envolvimento do condutor.

“Cada um dos nossos modelos eletrificados do Kuga traz um conjunto único de benefícios. Para o nosso novo Kuga Hybrid, além da eficiência de combustível e autonomia de condução que rivaliza com o diesel, temos também a confiança extra oferecida pela tração integral inteligente e o carregamento fácil sem necessidade de cabos para uma condução puramente elétrica. A Ford está empenhada em oferecer uma escolha de veículos eletrificados, para que cada cliente possa encontrar a solução perfeita que se adapta perfeitamente à sua vida. Nenhum modelo demonstra isso melhor do que o Kuga” – Roelant de Waard, vice-presidente de Marketing, Vendas & Serviços da Ford Europa.

Este é um dos 17 veículos eletrificados que a Ford vai apresentar aos seus clientes na Europa antes do final do próximo ano (2021). A produção do novo Kuga Hybrid está em curso na Fábrica da empresa em Valência, Espanha. Também as baterias estão a ser montadas na fábrica de Valência, isto após um investimento de 24 Milhões de Euros numa nova instalação de montagem de baterias de última geração para apoiar a estratégia de eletrificação da Ford na Europa.

O Ford Kuga Hybrid junta-se ai Kuga Plug-in Hybrid e ao EcoBlue Hybrid de 48-volts Mild-Hybrid, criando assim a linha mais eletrificada da Ford. Para além disso, este modelo é também oferecido com os tradicionais motores a gasolina e gasóleo, permitindo assim criada a gama mais abrangente a nível de opções de motorização.

Kuga Hybrid, uma alternativa real ao diesel

A capacidade de percorrer 1000 quilómetros com um único depósito de combustível, faz do Kuga Hybrid uma alternativa convincente aos motores a diesel. Na verdade, este SUV conta com um consumo de 5,4l/100km e emissões de CO2 de 125g/km WLTP (5,1l/100km e 118g/km CO2 NEDC) o que, conjugado com o depósito de 54 litros de combustível, faz com que este modelo tenha um alcance total 30% superior ao do Kuga Plug-in Hybrid.

Sem necessidade de os clientes utilizarem uma fonte de energia externa para carregar a bateria, o Kuga Hybrid oferece uma escolha atrativa para os clientes que desejem um sistema de carregamento eletrificado, mas com acesso limitado a soluções de carregamento externo em casa ou nos locais de trabalho, bem como para os condutores que desejem tanto a eletrificação como a tração integral inteligente.

A bateria de 60 células de 1,1kWh utiliza um sistema de arrefecimento líquido que elimina a necessidade de um ventilador de arrefecimento, ajudando a reduzir os níveis de ruído para um maior conforto da cabina. A refrigeração otimizada também permite que as células de bateria sejam embaladas em conjunto, ajudando a manter dimensões interior espaçosas.

Outra tecnologia a bordo do Kuga Hybrid, é o sistema comutador de calor de gases que ajuda o motor a chegar mais rapidamente à sua temperatura eficiente, permitindo assim iniciar uma condução puramente elétrica mais cedo, depois de um arranque a frio. O desempenho melhorado da bateria contribui também para uma capacidade de reboque até 1600kg para o modelo de tração às rodas dianteiras.

O motor do Kuga Hybrid dá uma resposta linear e suave às exigências de aceleração enquanto comuta automaticamente entre energia puramente elétrica, híbrida e gasolina, apoiado por um motor-gerador redesenhado. A última geração da transmissão de potência da Ford foi concebida especificamente para funcionar com o motor a gasolina de 2,5 litros, ajustando sem problemas as relações para um ótimo desempenho e eficiência de combustível em diferentes cenários de condução. A aceleração dos 0 aos 100 km/h leva 9,1 segundos para a variante de tração às rodas dianteiras.

A função de mudança de velocidades simulada, ativada nos modos de condução Normal ou Sport, ajusta automaticamente as rotações por minuto (rpm) do motor à medida da velocidade do veículo para reduzir o efeito “rubber band” muitas vezes associado às transmissões continuamente variáveis.

“Ouvimos atentamente os clientes para nos certificarmos de que o Kuga Hybrid realmente cumpre quando se trata de condução apelativa. A função de mudança de velocidades simulada torna o SUV mais envolvente para conduzir com a familiaridade das tradicionais “passagens de caixa”, mais o benefício adicional de limitar o ruído do motor.” – Glen Goold, Engenheiro Chefe do programa Kuga.

O Kuga Hybrid está também disponível com a tecnologia de tração integral inteligente da Ford, dependendo do mercado, que mede a forma como as rodas do carro estão a agarrar a superfície da estrada e pode ajustar o binário entre a dianteira e a traseira para uma condução mais segura. A tecnologia tem um impacto mínimo na eficiência do combustível e a tração integral apoia ainda mais a otimização da eficiência do combustível ao reverter automaticamente para a tração às rodas dianteiras, em condições de condução favoráveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 + eight =